Digestivo Blogs

busca | avançada
30976 visitas/dia
949 mil/mês
Mais Recentes
>>> Peter Burke navega pela história do conhecimento para oferecer nova perspectiva da Sociedade da Info
>>> Palavras Cruzadas Brasil recebe Ignácio de Loyola Brandão ao vivo nesta quarta (24) na TV Brasil
>>> Liliane Reis entrevista Mc Soffia e Kali C no Estúdio Móvel da TV Brasil
>>> Editora Tordesilhinhas promove contação de histórias na Bienal Internacional do Livro de São Paulo
>>> Segundo romance da autora paraibana Marilia Arnaud é tema de debate em João Pessoa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A noite em que Usain Bolt ignorou nosso Vinicius
>>> Sobre os três primeiros romances de Lúcio Cardoso
>>> Meu querido mendigo
>>> Na hora do batismo
>>> Simone Weil no palco: pergunta em forma de vida
>>> Existe na cidade alguém, assim como você...
>>> Eleições nos Estados Unidos
>>> Os dinossauros resistem, poesia de André L Pinto
>>> A que ponto chegamos, EUA!
>>> Caiu na rede, virou social
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamento e workshop em BH
>>> Reid Hoffman por Tim Ferriss
>>> Software Programs the World
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
>>> Kevin Kelly por Tim Ferriss
>>> Deepak Chopra Speaker Series
>>> Nick Denton sobre Peter Thiel
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
>>> Elon Musk Code Conference 2016
Últimos Posts
>>> Casulo de névoas
>>> 24 de Agosto, um dia na recente historia do Brasil
>>> Ray-Banless
>>> Primeiro Debate dos Candidatos à Prefeitura
>>> Sem palavras
>>> Contrariando os pessimistas
>>> Fervura
>>> Sobre o Encerramento das Olimpíadas do Rio em 2016
>>> Raízes
>>> Na tessitura da toalha
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Entrevista com Sérgio Rodrigues
>>> O que é ser jornalista?
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Declínio e queda do império de papel
>>> Flip 2008, bastidores I
>>> Meu querido mendigo
>>> Choque de realidade no cinema
>>> Choque de realidade no cinema
>>> Re: Intestino Descarregado
>>> Pra que ler jornal de papel?
Mais Recentes
>>> José de Alencar - Teatro Completo (2 volumes)
>>> Gonçalves Dias - Teatro Completo
>>> Leonor de Mendonça (Teatro de Gonçalves Dias)
>>> Obra dispersa - Manuel Antônio de Almeida
>>> O novo Otelo - Joaquim Manuel de Macedo
>>> Joaquim Manuel de Macedo - Teatro Completo (3 volumes)
>>> As melhores comédias de Martins Pena
>>> Comédias de Martins Pena
>>> Folhetins: A semana Lírica - Martins Pena
>>> Dramas de Martins Pena (Teatro)
>>> O Poeta e a Inquisição - Gonçalves de Magalhães
>>> Obras de D. J. Gonçalves de Magalhães (Teatro) RARIDADE
>>> A vida de Esopo e Guerras do Alecrim e da Manjerona (Duas comédias de Antonio José)
>>> Perda e Restauração da Bahia de Todos os Santos (Obra teatral do século XVII)
>>> Hay amigo para amigo (Obra teatral)
>>> A vida de esopo e Guerras do Alecrim e da Mangerona
>>> O "Judeu" no Teatro Romântico Brasileiro
>>> A Outra Crítica - Miroel Silveira
>>> Cacilda Becker - O Teatro e suas chamas
>>> João Caetano - Décio de Almeida Prado
>>> Machado de Assis - Teatro (Antologia)
>>> As noites difíceis
>>> Teatro Completo de Machado de Assis
>>> Crítica Theatral - Machado de Assis
>>> A árvore do Halloween
>>> Machado de Assis (Esaú e Jacó/Críticas Literárias/Críticas Teatrais)
>>> João Caetano dos Santos (Ensaio Biographico) - Os fluminenses no Theatro Brasileiro
>>> Figuras do Theatro - Lafayette Silva
>>> O Teatro da Minha Vida - Luiz Iglezias
>>> Artistas de Outras Eras - Lafayette Silva
>>> Sergio Cardoso
>>> Ziembinski e o Teatro Brasileiro - Yan Michalski
>>> Revista Problemas: Vianinha: 10 Anos
>>> Dulcina e o Teatro de seu tempo
>>> 30 Annos de Theatro - Humorismo
>>> A Contribuição Italiana ao Teatro Brasileiro
>>> O Palco dos Outros - Cadernos de Viagens
>>> Depoimentos III - Entrevistas com Atores e Atrizes
>>> Depoimentos I - Entrevistas com Atores e Atrizes
>>> Revista: Ciclo de Debates do Teatro Casa Grande
>>> Yan Michalski - Ciclo de Palestras sobre o Teatro Brasileiro - 2
>>> Tônio Carvalho - Ciclo de Palestras sobre o Teatro Brasileiro - 11
>>> Alcione Araújo - Ciclo de Palestras sobre o Teatro Brasileiro - 8
>>> Geração em Transe - Memórias do tempo do Tropicalismo
>>> Oficina: do Teatro ao Te-Ato
>>> Teatro Oficina - Onde a Arte não dormia
>>> Teatro - Anos 70
>>> O Sertão Medieval - Origens europeias do Teatro de Ariano Suassuna
>>> O Teatro de Nelson Rodrigues - A. Fonseca Pimentel
>>> As Aventuras da Blitz
BLOGS

Quarta-feira, 24/8/2016
Digestivo Blogs
Blogueiros

 
Casulo de névoas

Santa melancolia
chave de tua
alforria

Metamorfose
nossa de
cada dia

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
24/8/2016 às 13h15

 
24 de Agosto, um dia na recente historia do Brasil

Hoje, 24 de agosto e aniversario do suicídio de Getúlio Vargas, Com ele se foi a ideia do trabalhismo original.Os herdeiros de Vargas desfiguraram uma das vertentes do fascismo brasileiro. A outra era o Integralismo do Plinio Salgado e o seu anauë, saudação caricata, 'a moda hitleriana.

Vargas fortaleceu os sindicatos, mantendo o seu controle, abusou do nacionalismo ao ponto de, ate, prestigiar um substituto para o Papai Noel, o Vovô Indio, mas isso e outra conversa.

Negociou a CSN com os americanos em troca da construção da base militar de Natal, usada pelos gringos durante a segunda guerra e parcialmente desmantelada, para ser entregue aos brasileiros.

Foi um ditador cruel e impiedoso...Depois de ser deposto pelo General Dutra, o carola,em 1945, voltou nos braços do povo com a alcunha de Bom velhinho. Durante seu domínio, foram criadas leis importantes como a CLT copiada do fascismo italiano pelo Dr. Marcondes Filho, seu ministro. Estabeleceu o salario mínimo, e criou a Policia Politica, a Policia Especial, o SAPS que. em versão moderna, tomou o nome de: Restaurantes Populares.

Risonho, simpatico, sempre com um bom puro entre os dedos, distribuía sorrisos e deixava para o Filinto Muller, que morreu torrado num acidente de avião muitos anos depois, (1973) a tarefa de torturar seus maiores inimigos: Os comunistas e integralistas. A historia conta que o choque elétrico poderia ser considerado caricia, entra as varias formas de truculências e barbaridades praticadas pelos empregados do bom velhinho GeGë, alcunha suave para a doce figura do caudilho, que distribuía simpatia e fala mansa. Em 1950,cinco anos depois de sua defenestragem, voltou nos braços do povo, eleito com absurda vantagem.

Cercado dos mesmos corruptos e ordinários, cujas dinastias seguem por ai, foi perseguido pelos adversários, igualmente politicos, com diversos matizes de caráter O Jornalista Carlos Frederico Werneck de Lacerda, de lingua ferina, pena ligeira e coragem para peitar a fachada mentirosa de um governo populista e cheio de mutretas, foi alvejado por capangas da "guarda pessoal" de Vargas. A empreitada falhou, o escândalo mobilizou o pais e Vargas se matou.

R.I.P Vargas. Poucos, mas bons acertos. O resto a historia se encarrega de encobrir.



[Comente este Post]

Postado por Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
24/8/2016 às 11h26

 
Ray-Banless

Antes que
o sol amarele,

não há como
não postar:

"Nas manhãs,

do verde,

a quatro mãos,

sol e vento
extraem
a prata
in natura

Copas intumescidas
de nobre elemento,

onde meus olhos
matam a sede"

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
23/8/2016 às 22h16

 
Primeiro Debate dos Candidatos à Prefeitura

Assisti mais por curiosidade. As eleições não estão longe, mas os escândalos no noticiário são tantos que querem adiar o assunto o mais que podem. Com o fim das Olimpíadas, porém, não têm como adiar mais

Me parece que todos os candidatos têm telhado de vidro e, mais uma vez, vamos votar "no menos pior". É lamentável, depois de tudo o que aconteceu na política desde a eclosão da Lava-Jato. Mas o fato é que a política brasileira não se renovou (como, aliás, é desejado desde as manifestações de 2013!)

Vale um puxão de orelha nos partidos novos - ou que se denominam assim - e nos movimentos de rua, que poderiam ter lançando um candidato próprio ou que até poderiam ter apoiado um candidato do establishment - mas não se pronunciaram e, hoje, deixam o eleitor sem opção, mais uma vez

Como foi o primeiro, me pareceu um debate "de aquecimento". Não vou entrar muito nos temas, porque considero que foram abordados superficialmente. Prefiro falar um pouco de cada candidato - do que imaginava de cada um; do que acabei vendo; e do que concluí a respeito

Começando pelo Major Olimpio. Você nunca deve ter ouvido falar nele (nem eu). Me pareceu o azarão do debate. Como não tem nada a perder, bate em quem é governo ou em quem está na frente, para ver se consegue algum Ibope. Agora, o interessante foi descobrir os "bolsonaristas" das redes sociais elogiando um candidado, no máximo, sofrível. Aí tem coisa. Mas não tem nenhuma chance. Não ameaça ninguém

Na sequência, o Haddad. Depois de uma gestão, diuturnamente, criticada, ou ele é muito sem noção (de se apresentar), ou é muito cara de pau mesmo. Quando perguntaram para ele do João Santana na sua campanha e ele não respondeu; ou quando veio falar que as multas não aumentaram e o auditório deu risada - você percebe que ele, simplesmente, adotou o padrão "PT" de negação da realidade. Parece um louco falando. Parece a "afastada" em seu delírio. Carta, provavelmente, fora do baralho. (Espero)

João Doria Jr. começou bem o debate, melhor do que eu imaginava. Mas sua postura muito ensaiada, querendo passar um excesso de informações, soou meio artificial. Vestido como um catálogo de moda, muito arrumadinho, não convence 100%. Parece "distante", não combina com o lado feio de São Paulo, por exemplo. (E sabemos que ele existe.) Precisa aprimorar sua "persona" política. Não foi dessa vez, Doria (não foi dessa vez, Alckmin)

Russomano, por incrível que pareça, me surpreendeu. Acho que está mais tranquilo, porque está na frente (não se sente na obrigação de bater em ninguém). Passa até uma certa serenidade. Mas, dele, devemos desconfiar bastante - veio da televisão, domina a linguagem etc. Foi o que melhor se saiu. Se não tivesse um lado obscuro - que ninguém explica (muito menos ele) -, convenceria muita gente... Quase ganhou a última eleição. Devemos ficar de olho. É perigoso

A Marta Suplicy começou mal. Acho que nervosa; enrolando a língua. De acordo com o que ela mesma revelou, apanhou muito com sua mudança de partido. E na internet, pelo visto, continua apanhando bastante. Abalou muito sua auto-estima - que era alta. Foi se saindo melhor à medida que o debate avançou... Ela conhece a cidade, sabe das limitações todas e me pareceu, depois de tudo, humilde. Prometeu não ser a Marta "das taxas", de novo. O problema é que tem um longo passado com o PT - e isso é difícil de se apagar na memória das pessoas... Vamos ver

Enfim, não enxergo muita escapatória. Ficamos entre o PSDB, oposição frouxa, e o PMDB, um poço de escândalos. Ou os evangélicos; ou a extrema direita. Ou o PT (sim, o PT). Lamentavelmente, esse é o cenário. Mais um ano sem renovação em São Paulo. Não anima. É uma pena. (Oremos)

Para ir além
Compartilhar

[Comente este Post]

Postado por Julio Daio Bløg
23/8/2016 às 10h34

 
Sem palavras

Na cama
os sonhos
falam mais
que a
realidade

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
23/8/2016 às 07h45

 
Contrariando os pessimistas



A olimpíada Rio 2016 terminou e terminou muito bem obrigado. Contrariando as previsões alarmistas da imprensa e o pessimismo de governos internacionais, que chegaram a recomendar aos seus cidadãos, principalmente as mulheres, conclamando-os a não participarem do acontecimento na cidade do Rio de Janeiro.

Foi uma pena, porque aqueles que não vieram, deixaram de viver e participar de um grandioso e exuberante evento feito pelas mãos dos brasileiros. Não poderia ser diferente claro, este povo quando quer sabe fazer bem feito.

Não lembro de ter vivido uma festa tão maravilhosa, como a que foi realizada em nossa casa, Rio de Janeiro, Brasil. Daqui para a frente, as olimpíadas serão mensuradas como antes e depois da olimpíada Rio 2016, Brasil.

O povo brasileiro não carece de mostrar-se para ninguém, com o que pode e o que não pode realizar. Necessário se faz tão somente, mostrar-se para si mesmo, que é detentor de um potencial empreendedor invejável por todo o mundo.

O brasileiro sabe ser criativo, inovador, destemido, acolhedor e acima de tudo responsável e de caráter inabalável.

Já está na hora dos que permeiam a periferia da honradez, o submundo da corrupção, a falta de vergonha na cara, como os aproveitadores no mundo da política, inserirem-se de patriotismo, de amor pelas cores da nossa bandeira e verdadeiramente gostarem do nosso país e do nosso povo. Assim como, verdadeiramente o fizeram os nossos atletas olímpicos.

Primar pela ordem, direitos e deveres do povo e não apenas subtrair dos nossos recursos, para legislar em causa própria ou partidária, como vem ocorrendo ao longo do tempo.

Vamos jogar o jogo e jogar limpo. Já não dá para rotular o Brasil como país do futuro. No Brasil o que acontece, acontece hoje, no aqui, no agora. Não podemos jogar a sujeira para debaixo do tapete indefinidamente, fingindo que não se sabe, não se escuta e nada se vê.

No Brasil nós temos o que há de melhor: um povo empreendedor, honrado e hospitaleiro. As belezas naturais incontestáveis em todo o mundo. Recursos hidrominerais abundantes. Recursos energéticos diversificados. Imensas áreas agricultáveis entre tantas outras.

Se nós temos tudo isso, o que nos falta para alcançarmos o pódio da vitória? Nos faltam atletas políticos de honestidade ilibada, de punhos fortes e capazes de derrubar as mazelas produzidas pelos que aí estão até o presente momento.

Nas próximas olimpíadas de outubro, pleito eleitoral, vamos malhar a falta de saúde, educação, segurança, a falta de caráter, a falta de vergonha na cara, as transações de poder pelo poder. Abaixo a ditadura partidária dos espertos que se fazem tolos pela permanência nas tetas da pátria, que deveria ser tão somente educadora.


[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
22/8/2016 às 16h53

 
Fervura

Como espelhos
líquidos, lâminas
sobre lâminas,
qual uma trama
infindável, trespassam
entre si, sobre
uma superfície
de prata

Cartas que
se embaralham
nas concavidades
de mãos aflitas...
ansiosas pelo
próximo lance

Em branda
fervura, palavras
oscilam como
as escamas de
um mar que tremula
sobre o pélago
vertiginoso e
intransponível
dos oceanos.

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
22/8/2016 às 15h02

 
Sobre o Encerramento das Olimpíadas do Rio em 2016

Escrevo ainda sob o impacto da festa de encerramento das Olimpíadas 2016

Vai demorar um tempo, não sei quanto, para conseguirmos entender o que aconteceu no Rio de Janeiro em 2016

Eu confesso que não acreditava que o Brasil fosse capaz de sediar uma Olimpíada - mas isso acaba de acontecer

Quando o Rio foi anunciado como sede, em 2009, o clima era de megalomania - e eventos como a concessão do "grau de investimento", a descoberta da "camada pré-sal" e o Cristo Redentor "decolando" na capa da Economist se misturam, hoje, na minha cabeça

Depois que perdemos o grau de investimento, o pré-sal se tornou inviável, porque *a Petrobras* se tornou inviável, e o Cristo Redentor afundou, em parafuso, na capa da Economist, o último delírio que restava, de um certo ex-presidente, era a "Rio 2016" (porque "A Copa das Copas", bem, deu no que deu...)

Para completar o quadro, o Brasil vem de uma crise representativa desde 2013, com as primeiras manifestações; e vem de uma crise política, desde o Petrolão e a Lava-Jato - que já derrubou uma presidente, transformou um ex-presidente em "proscrito", ameaça cassar o registro de um certo partido, sem falar no resto do establishment político, respingando em quase todos os outros partidos, e em praticamente todos os demais poderes, Judiciário inclusive

Como se não bastasse, o governo do Rio de Janeiro decretou, semanas atrás, estado de calamidade pública...

Ou seja, vínhamos de um desilusão - os BRICs que não foram -; de uma crise de identidade - no fundo, uma crise liderança -; e de uma crise econômica - que, para nós, o único paralelo é a crise de 29...

Ou seja: não tinha como dar certo. E acho, até, que, no fundo, muitos de nós não queriam que desse certo... Como que para "purgar" a megalomania de 2009, um certo ex-presidente, um certo partido, todo o espectro de governo *a* oposição, todo um povo que "não aprende a votar" etc.

Mas um milagre aconteceu, no Rio de Janeiro, em agosto de 2016, e as Olimpíadas foram um retumbante sucesso, repercurtindo no mundo inteiro, contaminando o planeta com a chamada "brasilidade", e revelando uma cultura, pujante, que, no meio de tanta lama, de tanta vergonha e de tanto escracho, havíamos "esquecido" de que era nossa...

Esse "milagre" precisa ser estudado pelas próximas gerações (coloco entre aspas porque fomos nós que realizamos)

Mas, independente de qualquer coisa, ficam algumas lições:

A primeira é a de que "governo não é estado" e "estado não é nação"

Mais do que nunca, esses políticos *não nos representam*. A vergonha de os termos eleito, sim, é nossa - mas temos de virar essa página da nossa História. Porque a Rio 2016 demonstrou que a nossa História pode ser bem outra...

A segunda lição é de que "crise econômica" não é desculpa para deixar de fazer, para deixar de tentar e, mesmo, para deixar de fazer bem feito

Desde a abertura até o encerramento, não dava para fazer, poderíamos ter desistido e, sobretudo, poderíamos ter feito muito pior do que fizemos...

Só que acabamos fazendo, sem condições - e com muito brilho. O brasileiro é como aquele peixe, de Nelson Rodrigues, que, por viver nas profundezas, e na escuridão, emite luz própria...

A terceira lição é de que, no meio dos escombros, pode nascer um novo dia. A flor no asfalto, de Drummond

O Brasil não acabou. Não chegamos ao "fim do Brasil"

A Rio 2016 provou que podemos renascer das cinzas. Que existe um coração batendo ainda

Que existe uma cultura, exuberante, uma identidade, única, que é a nossa - e da qual não devemos nunca nos envergonhar

Repetindo:

Podemos fazer; podemos fazer *do nosso jeito*; e podemos fazer bem feito - sem ficar devendo nada para ninguém

As Olimpíadas de 2016 eternizaram o Rio. Que elas inaugurem uma nova era para o Brasil

Para ir além
Compartilhar

[Comente este Post]

Postado por Julio Daio Bløg
22/8/2016 às 10h10

 
Raízes

Imerso em minhas águas,
ao despertar
desencanto na
superfície

Sensação
indescritivel-
mente
idêntica
àquela de
quem emerge de
um mergulho,
em abismos
profundos

Por essas e
outras, não
tenho mais dúvidas:
Sonhos são de água

Matéria prima
dos sonhos

- Meu batismo
diário -

Num corpo
entre rugas
e secreções, em
cristalinas
manhãs,
me confundo

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
20/8/2016 às 12h22

 
Na tessitura da toalha

Diante da minha demora, o rosto
do outro participa da ceia inacabada.
A vertigem das horas se inicia
e adormece nas migalhas de pão
visitadas pelos pássaros.

Ao longo do corte da faca,
o que não encontro, eu sei:
o limiar da vida bordada em ouro
no friso florindo o prato de carne.

No dourado do prato,
o que não posso encontrar, bem o sei:
a partitura das cigarras ensaiando
o fim do dia.

Eis que, no tecido da toalha
manchada de vinho, a morte
compõe interlúdio.

E logo me disponho
a lavar, de novo, aquela toalha,
tal a recriasse imune a nódoas.

Tal a concebesse resguardada
do envelhecimento.

(Do livro 50 poemas escolhidos pelo autor)

[Comente este Post]

Postado por Blog da Mirian
20/8/2016 às 10h17

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS DESIGNADOS
OSVALDO JOSÉ
ARUANDA
(2008)



CONTÁGIO CRIMINOSO
PATRICIA CORNWELL
COMPANHIA DAS LETRAS
(2001)



CENTURY O ANEL DE FOGO
P. D. BACCALARIO
FUNDAMENTO
(2011)



JOÃO- INTRODUÇÃO E COMENTÁRIO
F.F.BRUCE
VIDA NOVA
(1997)
+ frete grátis



NORMOSE- A PATOLOGIA DA NORMALIDADE.
PIERRE WEIL,JEAN-YVES LELOUP, ROBERTO CREMA
VERUS
(2003)
+ frete grátis



NO FIO DA VIDA
PAULO AZEVEDO
FOLIO DIGITAL
(2015)
+ frete grátis



1 E 2 TIMÓTEO, TITO, FILEMON
WITNESS LEE
ÁRVORE DA VIDA
(2005)
+ frete grátis



O BOM LADRÃO
FERNANDO SABINO
ÁTICA
(1994)
+ frete grátis



COMO TRABALHAR PARA UM IDIOTA
JOHN HOOVER
SARAIVA
(2010)
+ frete grátis



HARMONIA E IMPROVISAÇÃO - 70 MÚSICAS HARMONIZADAS E ANALISADAS (VOLUME II)
ALMIR CHEDIAK
LUMIAR EDITORA
(2001)
+ frete grátis




>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> BLOG de Ezequiel Sena
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Haelmo Coelho de Almeida
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lane Vasquez
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de míriam bandeira de melo barrros
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Coisas literárias
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
30976 visitas/dia
949 mil/mês